Pesquisar neste blogue

01/07/2009

Pe (r) didos




Cobre-me o som desta amargura
O leve sorriso do teu sonhar,
Leve, sinto em mim, esta loucura
Do belo sonho que é amar.

Encontro-me aqui manejando a força,
Busco o reflexo dessa fantasia,
Porque ardendo dentro dela, a sinto louca,
E crio em mim a doce agonia.

Num ritmo louco de falar
Imaginei-te estendida na paisagem,
Ardendo no sorriso do teu sonhar
Cobrindo duma brisa a leve aragem.

Cobre-te de sonhos, meu amor.
Mira-te no espelho do futuro
Consola e adormece o desamor
E faz brotar em mim o seu testemunho.

Sem comentários: