Pesquisar neste blogue

01/07/2009

Sonhei para ti


Sonhei para ti,

Criei na imensidão do tempo
Na silhueta do espaço,
O mundo que imaginámos.
Procurei saber porquê.
Porque teria sonhado assim?
Busquei livros, corri páginas
Sem nada poder encontrar.
Por fim, numa tentativa vã,
Sentindo na alma a dor
De nada ter encontrado,
Olhei para o mundo e vi
Que a resposta era amor.

Sem comentários: