Pesquisar neste blogue

09/08/2009

(Sub)escrito


Houvesse um fundo
de coisas

que distribuissem
perfis, reencontros
e lembranças

encontraria no fundo delas
um momento gravado.

O nosso, só nosso
do perfil de cada vontade
ainda que as suas razões
não fossem falíveis.
As nossas plavras
seriam um (sub)escrito
do sabor perpétuo
em soma de razões.

Sem comentários: