Pesquisar neste blogue

02/07/2009

Pronto a sorrir



Resolvo partir na tristeza do destino
E voltar pronto a servir
Agarrado aos privilégios do mundo
Alimentei a fantasia desta vida
Digerindo as tristezas no copo de vodka com laranja
E pronto, permito-me agradar o mundo.
Com um requinte de gestos miseráveis
Minuciosamente estudados no universo
Espelhado do horrível mundo nosso.
Sustenidos, lágrimas, sorrisos,
Mesquinhices, chinesices,
Emoções fortes (só para ajudar o consumidor)
Tudo tão bem representado
Que é impossível parecer falso.
(este é o fim do espectáculo)
Perdoai-me senhores.

Sem comentários: