Pesquisar neste blogue

29/06/2009

Hei, Caro! Abaixo a Dolce Vita



Hei caro, ouve-me,

Escuta-me!

Vou gritar-te!

Abaixo a Dolce Vita.

Olhas-me?

Não te percebo?

Não me vês furioso?

Olha-me, fere-me, grita...

Adeus, adeus,

Estou forte, já vou partir,

Chegou o momento de agir,

Espero apenas um sorriso,

Espero uma noite sem sons,

para que o sorriso,

me veja a entrar na dor.

Tenho que procurar o sorriso

do sonho no dia acabado.

Estou a pensar partir,

por isso... um sorriso,

apenas um sorriso.


Hei caro,

Dolce Vita é utopia.

Utopia é viver docemente...

Sem comentários: